Nossos clientes são pessoas e organizações que querem e precisam mudar de patamar, crescer, alçar novos voos, realizar sonhos, atingir objetivos, enfim, mudar.

Organizamos nossa atuação em 4 grandes pilares: Diálogos Empresariais; Diálogos com a Liderança; Diálogo com Grupos e Diálogos Individuais.

É só uma questão de organização e foco, porque no nosso jeito de trabalhar, inclui dialogar e entender a necessidade do nosso cliente.  E, em conjunto, definir os  melhores caminhos de atuação.

    Autonomia para o Desenvolvimento

Autonomia para o desenvolvimento

Nomia: nomos, normas, regras.

Autonomia: viver com regras próprias, liberdade, independência para gerir a própria vida.

Desenvolvimento: romper com determinados envolvimentos. Separar, diferenciar para compreender, integrar e reorganizar.

Autonomia para o desenvolvimento: liberdade e independência para aprender, reaprender e construir um novo jeito de estar no mundo, comigo mesmo e com o outro.

Queremos que nossos clientes sejam mais autônomos, inclusive para desenvolver conosco, as soluções mais adequadas às suas demandas.

Diálogos Individuais – autoconhecimento e aprendizagem para compor e contribuir mais e melhor nas posições e nos grupos em que atua:

Coaching executivo - individual

Acreditamos que o indivíduo tenha autonomia para tratar de suas questões e buscar maneiras mais maduras de executar seu papel e gerar resultados. Crenças, padrões e comportamentos de uma pessoa podem ser a chave para a mudança de patamar que se deseja. Have a look at no deposit online pokies australia. Todo indivíduo tem potencial para desenvolver competências, inclusive as comportamentais. O indivíduo é capaz de mudar e se transformar nas relações, sendo que a vontade é a ignição para a ação da mudança e a reflexão é o despertar para o seu processo. A ação é fundamental para mudança e isso demanda coragem.

O processo de coaching executivo sempre vai girar em torno de reflexão e ação para gerar aprendizagem sobre si mesmo e sobre o cenário em que atua. Reflexão sem ação não gera novos resultados. Ação sem reflexão e sem aprendizagem pode perder o significado.

Somos 2 coaches seniores e recomendamos, no mínimo 10 sessões aplicadas quinzenalmente.

Coaching de Saúde e bem estar individual

Executivos, líderes e todos os indivíduos precisam boa saúde e bem estar, para poderem viver e trabalhar. Não é raro, encontrar pessoas que tiveram suas carreiras prejudicadas por falta de saúde. É comum nos depararmos com altos índices de absenteísmo, licenças médicas e doenças do trabalho especialmente aquelas ligadas ao stress.

Neste processo de Coaching a questão central a ser trabalhada é buscar melhores resultados de Saúde Física e Emocional. Os temas que compõem o ciclo da saúde e bem estar são:

  • Stress
  • Sono reparador
  • Prática de atividades físicas e meditativas
  • Alimentação saudável
  • Uso de álcool e tabaco
Orientação de carreira – Mentoria - individual

Mudança de trajetória – evolução na mesma área

Mudança de trajetória e mudança de área – grau maior de stress

4 fases a serem trabalhadas:

1ª – decisão de mudar: stress psicológico com a mudança de identidade profissional

2ª –  Renúncia – stress psicológico – renunciar à sua identidade profissional. Você não é mais aquilo que era. Sentimento de não pertencimento.

3ª – Sem identidade –  Stress psicológico – não é mais o que era e ainda não é o que virá a ser.

4ª – Junioridade na Nova identidade – Stress psicológico – ainda não tem habilidades desenvolvidas, se sente incompetente, é júnior se comparado a outras pessoas que já estavam nessa posição.

Desenvolvimento no novo papel profissional – competências essenciais

Aplicação de Assessements: Individual

Coleta e Análise de Dados: dados de CV, histórico de performance na empresa, pré work e aplicação dos possíveis assessments MEP e MPP

  • Entrevista por Competências
  • Análise dos dados e Elaboração dos Relatórios
  • Devolutiva
  • Sessões de Coaching individual caso o cliente queira continuar seu desenvolvimento

Diálogos com a Liderança – implementação de novo mindset – viabilização de nova estratégia organizacional, por meio de:

Rodas de conversa com líderes (exploração, brainstorm e originação)

Acreditamos que liderar é criar condições para a geração de conhecimentos que encorajem a responsabilidade pessoal e levem a ação e resultados individuais e empresarias. Hoje, esse trabalho tornou-se ainda mais desafiador. Liderar à distância fazendo uso de tecnologias. Isso requer ainda mais novas competências.

Nessa perspectiva, as rodas de conversa tem o objetivo de fomentar a escuta e o diálogo entre líderes, quebrar possíveis resistências numa atividade onde o grande objetivo é conversar a respeito de dificuldades e possibilidades tanto na gestão dos negócios como na de pessoas. A partir disso desenhar com o cliente, programas que apoiem o desenvolvimento individual e do grupo de líderes.

Oficinas de Gestão de pessoas - Preparar gestores para o exercício do papel de gestão de negócios e pessoas:

Objetivos gerais

Ampliação das competências de gestão e liderança

  • Preparação para atuar com o Ciclo de Gestão de Pessoas (conhecer – entender – praticar)
  • Autoconhecimento
  • Desenvolvimento individual e grupal

Possíveis Etapas – As oficinas acontecerão em 4 etapas intercaladas com sessões de coaching em grupo e/ou individuais

Possíveis Conteúdos das 4 Oficinas:

  • Oficina 1: Começar do começo mais a preparação para a 1ª sessão de Coaching em grupo ou individual
  • Oficina 2: Nada se faz sem pessoas-mais a preparação para a 2ª sessão de Coaching em grupo e/ou individual
  • Oficina 3: Medir para contratar e/ou recontratar mais preparação para a 3ª sessão de Coaching em grupo e/ou individual
  • Oficina 4: Desenvolver para manter mais preparação para a 3ª sessão de Coaching em grupo e/ou individual

* Obs: Estes objetivos serão sempre validados e outros poderão ser levantados a partir das reuniões previstas no início do trabalho.

Coaching para líderes

Nossas crenças com relação a pessoas, podem se resumir em:

Todo indivíduo tem potencial para desenvolver competências, inclusive as comportamentais.  O indivíduo é capaz de mudar e se transformar nas relações, sendo que a vontade é a ignição para a ação da mudança e a reflexão é o despertar para o seu processo.  A ação é fundamental para mudança e isso demanda coragem.

A partir dessa premissa, entendemos que os processos de coaching individuais e grupais, estimulam a auto reflexão e a troca de percepções, expandindo o autoconhecimento do executivo em questão, e sua consciência em relação ao impacto gerado em todos seus stakeholders por seu estilo de liderança e gestão.

Se buscará que os líderes se dediquem o máximo possível a tarefa de se autoconhecer, com o foco em:

  • Incentivar ao máximo o aproveitamento de suas potencialidades em prol da construção de uma equipe de alto desempenho;
  • Facilitar o estabelecimento de canais e formas de diálogo que permitam o fluir da comunicação do executivo com os diferentes níveis da hierarquia favorecendo relações produtivas e bons resultados de negócio;
  • Fortalecer o papel do líder como facilitador dos processos de mudança Organizacional.

Para coaching individual recomendamos 10 sessões a cada 15 dias. Para coaching em grupo recomendamos 6 sessões a cada 3 semanas.

* Obs: Estes objetivos serão sempre validados e outros poderão ser levantados a partir das reuniões previstas no início do trabalho.

Diálogo em grupo – os grupos ou os times de trabalho executam a estratégia e disseminam novas formas de pensar através de:

Rodas de Conversa (exploração, brainstorm e originação)

Acreditamos que é no diálogo intra e inter áreas que se identificam e se tratam   as dificuldades  naturais  para a efetivação da mudança. Não só aquelas referentes ao mindset,    aos modos de pensar, mas também aquelas referentes, às relações interpessoais, aos processos e sistemas de uma organização. É nessas rodas de conversa que os desafios de se trabalhar em grupo, emergem. É também no grupo que as melhores soluções são desenhadas. Quando isso acontece o grupo se apropria do trabalho e o ganho é ainda maior: acontece a autonomia e responsabilização das pessoas. Acreditamos que forma é conteúdo e, portanto, só por essa forma de tratar as questões, com o grupo, já estamos fazendo desenvolvimento.  

Essas rodas de conversa comportam de 10 até 15 participantes e deverão ter duração de aproximadamente 1h ½ a 2 hs com pequeno intervalo.

Coaching executivo de Equipes

Acreditamos que a equipe tenha autonomia para tratar de suas questões e buscar maneiras mais maduras de conviver e gerar resultados. Crenças, padrões e comportamentos de uma equipe podem ser a chave para a mudança de patamar que se deseja.

Processo estruturado de apoio a grupos ou equipes que visa a expansão da capacidade de ação, melhoria dos resultados e aumento do bem estar a partir de tomadas de decisão mais conscientes.

Sempre trabalhamos com 2 coaches seniores e nessa equipe deve ter no máximo 10 participantes. O número de sessões depende do que se vai trabalhar.

Coaching em Saude e Bem estar de equipes

Executivos, líderes e demais níveis hierárquicos da organização precisam boa saúde e bem estar, antes de mais nada, para poderem trabalhar. Não é raro, encontrar pessoas que tiveram suas carreiras prejudicadas por falta de saúde. Também não é raro encontrar times com performance mais baixa, por conta de stress e seus desdobramentos.

Grupos ou equipes de trabalho podem, juntas, tratarem do tema. Saude e bem estar, em geral, estão contemplados pelos seguintes itens:

  • Stress
  • Sono reparador
  • Alimentação
  • Prática de atividades físicas e meditativas
  •  Alimentação saudável
  • Uso de álcool e tabaco
Devolutiva de assessments para grupos

A aplicação de assessments é para os indivíduos, mas, as devolutivas podem, também, serem feitas em grupo. Trabalhamos com a possibilidade de dois assessments: MEP (mapeamento estratégico profissional) e MPP (maturidade pessoal e profissional).

Os assessments evidenciam as possíveis dificuldades encontradas nos indivíduos e grupos e funcionam como ferramenta de trabalho de desenvolvimento. A ferramenta é um meio para tratar os temas emergentes. Ela favorece a conversa, a reflexão e as tomadas de decisão em relação à continuidade do processo de aprendizagem e consequente desenvolvimento.

Para essa devolutiva trabalhamos com 2 consultoras seniores e nesse grupo deve ter no máximo 25 participantes.

Oficinas de Capacitação em diversas competências humanas

Existem situações em que já se sabe claramente, qual é a dificuldade que a equipe enfrenta. Não é só uma questão de alinhamento e de descobertas de outras maneiras de se comportar. Estamos falando de competências humanas. E, nesse caso, as pessoas precisam aprender o que são elas e como colocá-las em prática. 

Mediação de Conflitos, Comunicação, Resiliência, Ética, Confiança, Contratação de Objetivos, são alguns exemplos de temas recorrentes que precisam ser tratados para que as pessoas possam performar melhor.

Sempre trabalhamos com 2 consultoras seniores e nessa equipe ou grupo deve ter no máximo 25 participantes.

Diálogos empresariais – Mudança de mindset – evolução da estratégia organizacional, através de:

Rodas de conversa

Organizações são organismos vivos em constante mutação e o sistema em que estamos inseridos condicionam comportamentos e resultados.   As organizações são impactadas pelo cenário externo, mas também, criadoras de novos cenários. A aprendizagem exige abertura, trabalho, vontade individual e cultura empresarial favorável.  A aprendizagem é o que possibilita indivíduos e empresas encontrarem respostas aos seus constantes desafios.

Acreditamos que é através do diálogo, das conversas, que a aprendizagem acontece.  Questões a serem abordadas, ideias de encaminhamento e solução surgem daí. É dessa maneira que a autonomia dos participantes se concretiza: a partir dessas rodas de conversa, desenhamos, em conjunto com o cliente, as intervenções necessárias para a continuidade do trabalho.

*Essas rodas de conversa comportam de 7 até 10 participantes, preferencialmente do board da companhia e deverão ter duração de aproximadamente 1h ½ a 2 hs com pequeno intervalo.

Projetos de avaliação e mapeamento de lideranças com uso de assessments

Esses projetos têm como objetivos:

  • Identificar proficiência da população frente às Competências propostas e aos desafios de resultados, levantar pontos fortes e necessidades específicas de desenvolvimento;
  • Subsidiar a elaboração dos planos de desenvolvimento individuais: considerando expectativas da empresa e dos profissionais avaliados;
  • Subsidiar os gestores no desenvolvimento dos líderes.

Prevemos as seguintes etapas:

  • Coleta e Análise de Dados: dados de CV, histórico de performance na empresa, pré work e aplicação dos Assessments MEP e MPP
  • Entrevista por Competências
  • Escuta do Gestor
  • Análise dos dados e Elaboração dos Relatórios
  • Devolutiva para os líderes
  • Sessões de Coaching individuais ou em grupos de até 5 participantes

*Obs: Estes objetivos serão sempre validados e outros poderão ser levantados a partir das reuniões previstas no início do trabalho.